22
Set 11

 

À Descoberta do Símbolo,

À Descoberta da Experiência

 

The Lost Symbol, lançado em meados de 2009, é o quinto romance/thriller escrito pelo norte-americano (dos Estados Unidos da América) Dan Brown, muito conhecido pelo O Código da Vinci e Anjos & Demónios, apesar dos outros romances serem igualmente dignos de destaque: Fortaleza Digital e A Conspiração

 

Com o regresso de Dan Brown às prateleiras (se é que se lhe pode dizer "regresso", porque em qualquer livraria não falha uma cópia de qualquer livro deste, e bem) dos locais habituais onde compram os livros, este trouxe-nos também o regresso do simbologista e professor da Universidade de Harvard, o Robert Langdon, típico professor universitário, sózinho, com a camisola de malha e gola alta e um relógio que o acompanha sempre, com a figura do rato Mickey.

 

Robert sempre despreocupado e após o seu treino na piscina do recinto escolar, vai para os seus aposentos onde decide preparar o pequeno-almoço, a principal refeição do dia, quando recebe um telefonema do secretário de um dos seus melhores amigos, Peter Solomon, onde é solicitado para fazer uma palestra, nessa mesma noite na cidade de Washington, supostamente numa sala cheia. Quando chega, um pouco cansado, atrasado e desnorteado, a cerimónia para a qual foi convidado a participar não estava a acontecer e tudo se encontrava desértico. Foi aí que Langdon conheceu o Mal'akh, a pessoa tatuada que promete dar dores de cabeça ao protagonista, ao Peter e à irmã de Peter, Katherine Solomon cientista e principal impulsionadora da ciência noética.

 

Nada na aventura de todos os intervenientes do drama vão ter a vida facilitada, e Robert tem uma missão, a de salvar o seu amigo da morte e tem apenas doze horas para o fazer. Para isso terá de decifrar o verdadeiro significado de cada símbolo, levando à letra a expressão: "O Segredo mais extraordinário é aquele que se esconde diante dos nossos olhos".

 

Um livro, na edição que li, de 571 páginas e acompanhado em todos os instantes de um ritmo frenético e alucinante, apesar do desenvolvimente ser num certo ponto um pouco lento, mas fluido.

Desde a primeira página onde Dan Brown nos recebe no seu livro com um brinde de três pequenos parágrafos, onde ele diz os factos reais e existentes no nosso mundo que o leitor abre de imadiatamente os olhos e a ansiedade cresce e não para até à última página do livro, e por entre as páginas é garantida um crescimento cultural para o leitor na matéria relacionada Maçonaria e os Símbolos e seus respectivos significados, de vários pontos de intrepetações.

 

A Sony Picture já marcou a estreia para o filme baseado neste livro para 2013, fazendo assim a trilogia baseada na personagem Robert Langdon, mas pouco ou nada se sabe, para além que Ron Howard, o realizador dos filmes The Da Vinci Code e Angels & Demons não realizará este e que Tom Hanks voltará a vestir a pele de Robert Langdon e é o único actor confirmado até ao momento. 

 

Sinopse )

10
Ago 11

 

Depois da descoberta,

Nasce a Conspiração

 

Deception Point, título original no país de origem, foi lançado em 2001 e escrito pelo já nosso conhecido Dan Brown.

Dan Brown é já conhecido pela polémica gerada nos seus romances, tanto nas questões políticas, filosóficas, religiosas e até educacionais. No entanto quando leio um livro deste artista, não vejo polémica nenhuma e apenas aprendo o que com várias horas de pesquisa e fontes credíveis fizeram para nascer este exemplar. Nunca detectei em tempo algum parcialidade por sua parte, apenas pontos de vista e interpretação.

 

Resumidamente, este conto aborda a NASA quase como uma personagem do livro, pois encontra-se numa fase complicada e onde o orçamento anual de quinze biliões de dólares (é verdade... Metade desse dinheiro tiraria a Europa e metade do continente africano da pobreza e crise financeira) parecem ser cada vez mais injustificados principalmente na época em que vivemos.

 

Estados Unidos da América está em campanha eleitoral para eleger um novo presidente para a administração do país. De um lado temos o Presidente Herney que se recandidata ao cargo, e o senador Sexton. O primeiro confessa ter uma paixão pessoal pelo trabalho da NASA, defendendo que não deveremos olhar a custos no que diz respeito à exploração espacial e novas descobertas; já o segundo concorda que a NASA é um enorme peso para os contribuintes e que deveria ser privatizada ou por preços praticados de modo a ser concorrencial com outras empresas privadas. Como disse, está aqui a mesma questão bastante abordada no livro por dois pontos de vista distintos, daí a não ser perceptível a opinião pessoal do escritor.

 

Mas parece que há algo descoberto que abalará não só com a reputação da NASA, como com toda a humanidade. A NASA descobrir algures na Antárctida enterrado vários quilómetros abaixo do gelo um meteorito. Até aí tudo muito bem, não fosse o meteorito ser possuidor na sua crosta de fósseis de vida extraterrestre. Depois desta descoberta e de ter sido comunicada ao povo, aos poucos vêm-se a descobrir que o meteorito pode ter muita mais estória para contar.

 

Um livro, sem dúvida alguma, altamente recomendado a todos os que gostam de mistério, intrigas e alguma ciência, que pode não ser básica mas não faltam meios auto-explicativos na obra. Um dos livros que mais prazer me deu ler deste escritor.


05
Jul 11

 

 

Uma demanda em busca do Santo Graal;

O desmascarar de um segredo descarado.

 

Este é, talvez, o segundo livro mais lido em todo o mundo! Tendo sido o primeiro a própria Bíblia Sagrada. Estou a brincar. Disse apenas com base em que este livro (ainda hoje!) é mais vendido do que pãezinhos quentes num Sábado de manhã. 

Contas certas, este já foi o décimo primeiro livro mais vendido de todos os tempos, com mais de 80 milhões de cópias vendidas.

 

The Da Vinci Code viu a sua primeira edição a ser lançado nos Estados Unidos em meados do ano de 2003. Depressa se transformou num best-seller numa velocidade nunca antes vista.

 

Tudo tem um início. Este livro começa quando Jacques Sauniére, um guarda no museu do Louvre, é assassinado. Este aparenta guardar consigo um terrível segredo que promete fazer com que mudemos a forma de pensar em relação a tudo o que acreditamos. O nosso historiador e simbolista preferido, Robert Langdon foi chamado ao local pelo detective francês e simpatizante da Opus Dei Bezu Fache para ver o corpo de Jacques, que aparenta estar rodeado de simbolismo. Entretanto chega ao local do crime a criptologista Sophie Neveu. Esta criptologista está, também, interessada no Langdon.

 

Langdon viu-se no meio da maior demanda da história. Em busca do Santo Graal.

 

Este livro é uma visão muito literal da Igreja católica, que contorna os factos metafóricos presentes na Bíblia Sagrada e da "sociedade secreta" (se realmente existe e é secreta, como sabemos que esta existe?!?) Priorado do Sião, cujos membros foram nomes conhecidos, entre tantos outros menos conhecidos, como o próprio Leonardo Da Vinci, Isaac Newton, Victor Hugo, entre outros, e cuja sua função era também proteger e manter em segredo a verdadeira história de Jesus Cristo.

 

É um livro obrigatório em qualquer biblioteca pessoal. Milhões de pessoas adoptaram o costume da leitura por causa deste livro, o que é muito bom e provou mais uma vez que Dan Brown veio para conquistar o lugar nas nossas prateleiras de casa.


13
Jun 11

 

400 anos depois do desaparecimento, 

eles voltaram e prometem vingança!

 

Este é o segundo romance escrito pelo professor Dan Brown. Foi publicado pela primeira vez nos Estados Unidos da América em 2000. O principal tema que esta obra aborda é o das constantes desavenças que existiram e continuam a existir entre a religião e a ciência.

 

É no maior centro de pesquisa científica do mundo, sito na Suiça, mais particularmente, o CERN que esta aventura vê o seu inicio. acontece que um dos maiores cientistas do mundo, Leonardo Vetra, é assassinado nas próprias instalações do CERN. Ainda em vida e momentos antes da sua morte, foi-lhe cravado no seu peito, em ferro queimado, um anagrama da palavra "Illuminati".

 

É nesta correnteza de acontecimentos que o protagonista desta aventura entra em cena. Robert Langdon, professor de iconografia religiosa e simbologista. Este não percebe onde pode ajudar no caso de um assassinato, até ao momento que vê a fotografia do local do crime. Fica, de imediato, apaixonado pelo simbolo cravado no peito do defunto. Uma marca dos Illuminati, grupo conhecido por ser contra os ensinamentos e poder da Igreja católica, porém, extinto à mais de 450 anos. Langdon já escreveu várias peças sobre este misterioso e poderoso grupo, por isso o Director Geral do CERN Maxmilian Kohler não querendo envolver as autoridades a fim de preservar a reputação da Instituição, não encontra ninguém melhor para ajudar no caso que um verdadeiro entendido na matéria.

 

Enquanto isso, no país do Vaticano, os bispos encontram-se reunidos para a nomeação do novo Papa, pois o outro apareceu morto. No entanto, os quatro principais bispos foram raptados e estes, caso nao seja feita a vontade dos Illuminati, serão mortos em praça pública. Langdon, com a ajuda da cientista Vittoria Vetra (filha do cientista assassinado), viajam para o Vaticano a fim de descobrir toda a verdade por detrás da irmandade "Illuminati" e para fazer o possível para salvar os bispos raptados e ameaçados de morte.

 

Nesta aventura, a partir do momento que o leitor lê a primeira página, sente-se como se estivesse a viajar numa viagem virtinjosa, viagem essa que ensina ao leitor as várias guerras que houveram entre a Igreja e os "Illuminati" e a história toda por detrás do país do Vaticano. Todos vão querer conhecer o lado negro da Igreja e toda a sua luta para conquistar os crentes da forma como os conquista.


16
Abr 11

 

Quando a maior unidade contra terrorismo estiver em perigo, 

"Quem  guardará os guardas"? 

 

Fortaleza Digital foi o primeiro romance escrito por Dan Brown, lançado pela primeira vez nos Estados Unidos da América em 1998.

 

Este romance conta-nos a história de Ensei Tankado, ex-funcionário da NSA, que depois de descobrir para que serve o computador mais poderosos do mundo, o TRANSLTR, promete vingar-se e mostrar ao mundo tudo aquilo que apenas a NSAconsegue ver. Para isso criou um algoritmo que nem o TRANSLTR consegue decifrar, pois é indecifrável e tem o nome de... Fortaleza Digital.

 

Cabe agora ao Vice-Director da NSA Trevor Strathmore que descobre a Fortaleza Digitale com a ajuda da sua melhor criptóloga da NSA, Susan Fletcher e, sem esta saber, pede também ajuda ao noivo de Susan, David Becker. David tem como missão ir a Espanha e trazer de volta todos os pertences de Tankadoque entretanto morreu de ataque cardíaco. Nem ele soube que uma simples viagem a Espanha poderia ser tão perigoso.

 

Romance cheio de reviravoltas, onde o leitor fica completamente preso à leitura do principio ao fim da aventura.

 

Bastante completo e com personagens bastante vivas e racionais, Dan Brown destingue-se dos demais pelo modo como aborda um tema de tremenda complexidade de forma bastante simples, onde deixa todos os seus leitores esclarecidos e de modo nenhum confusos com o que leram.

 

"Sem Cera", Pedro Carvalho a.K.a. ChadGrey


Mais Sobre Mim

Ver

Seguir

2 seguidores

Pesquisar