14
Jul 11

 

Em todas os locais, 

Em todas as seitas.

 

Este foi o primeiro livro que li da Nora Roberts. Uma boa escolha? Má escolha? Não fazia ideia antes de o ler, mas pelo que li não me pareceu ter sido a pior escolha possível. Sinto-me às vezes envergonhado quando vou a uma livraria e vejo mais livros traduzidos desta escritora diferentes do que qualquer outro escritor. Não é raro ver um dispositor enorme exclusivo apenas dedicado a esta escritora, que eu considero um fenómeno.

 

Clare Kimball é uma pessoa muito ambiciosa e, de certo modo, corajosa. Tem um enorme desejo de se tornar uma artista que, para isso, teve de deixar o local onde morava, Emmitsboro no Maryland, e todas as pessoas com quem convivia para descobrir um mundo que a fizesse crescer profissionalmente e, ainda mais importante, pessoalmente, a fim que combater os monstros do passado. Conseguiu o sucesso no mundo profissional.

 

O xerife de Emmitsboro é Cameron Rafferty que, nos tempos de liceu, era apaixonado por Clare. Passados dez anos e com o sucesso profissional que conquistou, regressa à sua terra natal, onde o relacionamento com Cameron aumentou substancialmente. Acontece que nem tudo é cor de rosa e um crime abalou esta pequena localidade que abala com o relacionamento de ambos, pois tudo indica que tem a ver com o regresso da mesma à cidade.

 

Cameron, apesar de ser xerife da cidade e ter a obrigação de adaptar uma postura imparcial, deixa Clare juntar-se à investigação, o que pode revelar que a causa de todo o pânico pode estar em todo o lado e qualquer pessoa pode ser culpada.

 

Em relação à escritora, não posso dizer que desgostei, mas posso com certeza dizer que não compreendo como é que é possível ser top de vendas em qualquer país que veja as suas obras traduzidas. Merece com certeza destaque, mas não (a meu ver) ao ponto de ocupar 25% do espaço de uma livraria, tirando destaque a novos escritores ou mesmo escritores portugueses, ou até livros de culto que não compreendo o porquê de não haver novas edições traduzidas (Lembro-me de repente de  livros como The Shining de Stephen King).

Publicado Por ChadGrey às 10:25

9 comentários:
Muito Obrigado raquel ♐, espero que gostes do meu Blog ;)
ChadGrey a 14 de Julho de 2011 às 13:09

Mais Sobre Mim

Ver

Seguir

2 seguidores

Pesquisar