16
Jun 11

 

 

Dois contos,

Duas noites mal dormidas.

 

Meia-Noite e Dois é a primeira parte de um conjunto de quatro contos, lançado originalmente em 1990 nos EUA com o título: Four Past Midnight. Em Portugal, decidiram dividir este livro de quatro contos, em dois contos de cada vez o que, na minha opinião, foi bem pensado pois a edição lançada pela Bertrand tem quase 500 páginas, contendo apenas os dois primeiros contos.

 

Stephen King faz um texto com uma curiosa explicação do que o levou a lançar estes quatro contos. e, antes de cada conto, este autor explica-nos o que levou a escrever cada conto em particular. É sempre uma matéria interessante saber o que vai na mente de um conceituado escritor para escrever as suas obras. Uma mínima experiência, como olhar para o jardim da sua casa de uma janela que não estava acostumado a fazer, o fez ver de uma perspectiva diferente, o que deu origem a mais uma história que prenderá o leitor a cada página que folheia.

 

Portanto, este exemplar contém dois contos. O primeiro chama-se: Os Langoliers; e o segundo tem o título de: Janela Secreta, Jardim Secreto.

 

Os Langoliers: Neste conto, inexplicávelmente, numa viagem num avião comercial, onde viajava praticamente cheio, onze pessoas acordam passados uns minutos da viagem e deparam-se com o avião deserto, onde todos os pertences das pessoas continuam no avião, incluído brincos, anéis e até, placas cirúrgicas e, num caso, um pacemaker.

Dinah, uma menina cega de 11 anos, mas com um sentido auditivo bastante apurado, foi a primeira a dar falta da presença das outras pessoas. No entanto não está sozinha. Entre os restantes encontra-se um piloto, capaz de comandar o controlo do avião, e uma série de outras pessoas, cada uma com a sua história e problema.

A acção decorre em quase todo o conto no avião, o que dá uma sensação de claustrofobia e pouca liberdade, e quando saem do avião é uma sensação sempre nervosa e de "correria" constante!

 

Janela Secreta, Jardim Secreto: Uma personagem muito misteriosa, um homem com algum carisma e personalidade, e com umas vestes bastante peculiares, chamado Shooter acusa um escrito bastante conceituado Mort Rainey de plágio. Este defende-se argumentando que não era verdade e que tinha escrito o texto antes dele. A espera de provas, Shooter parece andar a fazer das suas e promete não dar descanso ao escritor.

Este é também interessante quando avaliamos a relação de Mort com a sua ex-mulher Amy, que se separou e se juntou com um agente imobiliário. No entanto, sempre que Mort ou Amy "entram em cena", é impossível ao leitor ficar indiferente a esta relação.

Este conto foi adaptado ao cinema em 2004 e conta com a participação de Johnny Depp como MortMaria Bello como Amy e John Turturro como Shooter.

 

Já encomendei a continuação desta colectânea de 4 contos, Meia-Noite e Quatro. Assim que o ler podem contar com a minha participação.


comentário:
Mais um livro de Stephen King para ler... parece interessante ;)
Adormeci a ver o filme Janela secreta, mas parece-me uma boa opção tentar voltar a vê-lo depois de ler o livro :)
Amy Rose a 28 de Agosto de 2011 às 22:40

Banner
Mais Sobre Mim
Pesquisar