07
Jun 11

 

 

 

Depois de sobreviver 31 dias,

os traumas são constantes. 

 

Depois do primeiro volume de Gabrielle Lord da saga Conspiração 365, onde muitos leitores ficaram agarrados e colados às aventuras do protagonista Callum Ormond, é mais que justificado continuar a ler a sua continuação.

 

Pois bem, resumidamente, o nosso miudo que apenas teve o fardo de herdar o apelido Ormond continua a fugir da polícia, dos mafiosos e da família, contando apenas com o seu melhor amigo, o Boges

Call, nos últimos minutos do mês de Janeiro, é raptado e obrigado a confessar o que sabe sobre a irmandade que mais dores de cabeça lhe vai dar: a Irmandade de Ormond. Este não sabendo nada, não é mais necessário ao grupo que o raptou, e foi obrigado a entrar num depósito fechado, onde aos poucos se foi enchendo de óleo vegetal, até o afogar por completo. É aqui que este conhece a Winter Frey

Winter é uma rapariga misteriosa e dar respostas directas não é de todo o seu forte, o que deixa Call sempre em dúvidas em relação a ela; por outro lado, se ele não confiar nela, que aparentemente tem algumas respostas, vai confiar em quem?

 

Call está cansado e frágil. Sempre com a mãe e a irmã no seu pensamento. Não encontra resposta nenhuma para o que aconteceu em casa no mês passado, onde desde então é perseguido constantemente pela polícia e, pelo segredo que ele deve ter, pelos mafiosos também.

 

Gabrielle Lord criou uma personagem que toda a gente gosta, não só pela simplicidade da escrita, como pela diversifidade da aventura.

 

Em breve voltarei a comentar sobre esta Conspiração, desta vez do mês de Março [e ando um bocadinho artrasado].

Publicado Por ChadGrey às 10:20

comentário:
sem duvidas o melhor livro do mundo~
Anónimo a 2 de Agosto de 2013 às 21:27

Banner
Mais Sobre Mim
Pesquisar