05
Fev 12

 

Faltam 92 dias...

 

E, depois de ler este livro, faltam apenas mais dois.

Não é fácil comentar sobre doze livros da mesma série, e ainda vou no décimo, mas neste mês de Outubro vêm-se algumas melhorias que são muito bem vindas nesta longa aventura que se chama Conspiração 365

 

Gabrielle Lord apercebeu-se que já não tinha muito tempo para dar o fim à aventura de Cal, por isso penso que a série finalmente começou a acabar.

Kelvin, a pessoa que ficara responsável por deixar Cal morto no meio do deserto, não o matou. Em vez disso deixou-o inconsciente e com uma marca na perna com uma tinta permanente de um código que este não saberia para que serviria. Rapidamente, este tentou contactar Boges e a Winter para começarem a traçar o plano para invadirem o cofre do banco e subtraírem de lá o Enigma de Ormond. Este plano será o ponto forte deste volume, mas ao mesmo tempo o ponto fraco... A menina Winter, que tem 11/12 anos consegue imitar uma adulta executiva, a Oriana?! E o Boges com os seus vividos 16 anos consegue disfraçar-se de guarda-costas?! São este tipo de escolhas são estas nunca chegarei a saber qual é a verdadeira intenção, pois baixa de vez a categoria do livro de Juvenil para Infantil, praticamente sem necessidade.

 

De qualquer modo, não há dúvida de que houve uma grande mudança no argumento da Saga, mas para melhor, pois este livro fez lembrar os primeiros, pois trouxe várias situações caricatas onde a resolução foi eficaz, estranha por vezes, mas o que é certo é que sempre eficaz.

As desconfianças aumentam com o tempo, Cal volta ao ponto em que não sabe ao certo em quem confiar e começa a pensar rapidamente para desvendar e salvar todo este Enigma para que não seja resolvido pelas pessoas erradas.

 

Acontece que desde do primeiro dia de Janeiro que ele sabe que só tem até ao dia trinta e um de Dezembro e já só faltam 61 dias...

 

Prós:

  1. Mudança no argumento, sendo mais fluido
  2. A aventura em si está mais atraente que alguns livros antes deste
  3. Invasão ao banco está interessante
  4. Vejo este livro como "O ínicio do fim" da aventura

Contras:

  1. Continuam a haver acções irreais e impossíveis quando não deveria ser esse o objectivo
  2. Winter e Boges são personagens já fartas e óbvias, e por vezes mal caracterizadas

 

Sinopse:

 

12 meses, 12 livros.

 

Ouve-se um tiro enquanto Cal se esconde dos seus perseguidores - dois velhos caçadores de prémios e o seu cão selvagem, Sniffer. O hostil deserto parece determinado a ser o lugar de descanso eterno de Cal
Terá Kelvin poupado a vida do jovem para nada? 
De regresso à cidade, surge um desafio difícil de cumprir: para chegar ao cofre de Oriana no Zürich Bank, Cal e Boges precisam de copiar na perfeição a impressão digital dela… e ainda roubar-lhe a senha. 


Será que a ousadia dos jovens a vai levar a fazer uma aliança letal com Sligo? Nesse caso, os inimigos de Cal vão duplicar o seu poder, destruindo qualquer réstia de esperança de que o jovem se salve. 
O relógio não pára… Cada segundo pode ser o último…

Uma aventura de cortar a respiração!

 


Banner
Mais Sobre Mim

Ver

Seguir

2 seguidores

Pesquisar