15
Jan 12

 

A Nova Série da Naughty Dog, 

Convencerá na nova Consola da Sony?

 

A consola Playstation 3 ainda não tinha aquecido as prateleiras dos locais de vendas habituais e a Naughty Dog lança aquela que promete ser a série que definirá esta consola de nova geração. Uncharted é um jogo de acção e aventura, com um cheiro forte à Lá Tomb Raider, mas que promete inovar e levar o género à frente na sua geração.

 

Estória

 

Nesta nova propriedade intelectual nós conheceremos aquele que será a personagem principal: Nathan Drake; um explorador que procura procurar e descobrir o que o seu avô Francis Drake procurava que valeria e mudaria o mundo do modo como o conhecemos hoje. Para isso, ele precisa da ajuda da bela jornalista Elena Fisheri e do seu amigo mais velho e excentrico Victor "Sully" Sullivan. Ambos o ajudam, mas cada um tem o seu propósito. Elena pretende um furo jornalístico que a destaque no seu meio e o Sully tem uma quantidade enorme de dívidas que pretende ver soldadas. Uma pessoa a quem Sully deve muito dinheiro é àquele que será o antagonista deste episódio: Eddy Raja, um também caçador de tesouros que fará de tudo para encontrar o tesouro primeiro que o nosso Drake

 

 

Jogabilidade

 

A jogabilidade é um mimo no Sixaxis, o novo comando da consola. Os movimentos que daremos ao Drake serão fluidos e de rápida resposta. O jogo será presenciado na terceira pessoa, onde uma feliz mistura de Third Person Shooter (TPS) com alguns puzzles, exploração e plataformas à mistura. Alguns lags e exageros de movimentos ocasionais (como por exemplo quando executamos manobras de evasão, muito úteis para nos esquivarmos do fogo inimigo, mas também por vezes acontecem saltos exagerados), mas nada que possa de modo nenhum afectar a experiência de jogo.

No que diz respeito ao factor TPS, está bom. Não muito bom, mas bom. Só poderemos ter duas armas de cada vez, uma pequena como a pistola normal ou a potente Magnum e uma de maior porte, pomo a AK 47 ou a ShotGun. Drake, para além das duas armas consegue também fazer-se acompanhar de 4 granadas, úteis para "abrir espaço" entre os inimigos.

A dificuldade do jogo pode ser variável, mas é acessível. É normal que ao escolher a dificuldade mais difícil tenhamos alguma dificuldade em certos pontos com mais inimigos, ou até mesmo a lidar com alguns bosses, mas nada que automaticamente se aprenda e contorne.

 

Ambiente

 

Até à data do lançamento deste jogo (verão de 2007), este é o jogo que apresenta os melhores gráficos numa consola next-gen. A personagem, tal como o ambiente, efeitos de luz, água e sombras, estão para cima de espectaculares ao ponto de acreditar que em boa altura nasceu a nova geração de consolas. Mesmo assim nota-se em alguns pormenores, como o fumo do fogo que ascende verticalmente como se no interior estivesse e não existisse qualquer vento, merecia algumas melhorias. Detalhes estes que no futuro serão corrigidos ou alterados. As cutscenes estão bonitas e movimentadas, usando sempre o motor gráfico do jogo e sem aproveitar o uso de CGI. Acredito que cada vez será menos utilizado este tipo de ferramentas.

O som também não falha. Não veio com nenhum tema que marcará um primeiro episódio de uma série, mas também não falha com as suas competências. A tradução para português está muito feliz, se bem que sou mais adepto de legendas em português do que dobragem. De qualquer maneira, fora algumas falas mais teatrais, não me parece que ficasse um triste resultado e dá provas de cada vez mais se apostar no nosso pequeno continente.

 

Troféus

 

Quando joguei este jogo pela primeira vez, que foi no ano em que ele saiu e a quantidade de jogos na PS3 não era tão variado como é hoje em dia, ainda não existiam o sistema de troféus. Mas com a actualização para este nova forma de conquistas de objectivos para um jogo, a Naughty Dog  não deixou de actualizar o seu jogo, acrescentando assim vários troféus para conquistarmos.

Nada de muito exigente, que se diga. Teremos que encontrar todos os 61 tesouros espalhados pelos cenários do jogo; concluir o jogo na dificuldade mais difícil e algumas habilidades possíveis de combates, como fazer 30 head-shots ou matar 10 inimigos lançando granadas enquanto estamos pendurados numa beira; entre muitos outros que não ocuparão muito do vosso tempo nem exigirão habilidades complicadas.

 

Prós

  1. Gráficos
  2. Pode ser considerado como uma evolução no género
  3. Estória interessante e bem conseguida

Contras:

  1. Reciclagem óbvia, por vezes, de cenários
  2. Ausência de modos Multiplayer
Publicado Por ChadGrey às 18:32
tags:

Banner
Mais Sobre Mim
Pesquisar