01
Dez 11

 

Livro Primeiro de O Ciclo Da Herança

 

Eragon é um sucesso no que ao género literário fantástico e mágico diz respeito. Para muitos não será novidade nenhuma mas eu apenas estes últimos dias é que me dediquei à Saga Herança, depois de ver o último livro à venda e o seu imediato sucesso de vendas. "Bem, esta saga deve ser mesmo muito boa", pensei eu ao ver os resultados e a minha intuição não poderia estar mais correcta.

Sei que este livro teve direito à adaptação ao cinema também com o mesmo nome lançado em 2006, mas confesso que ainda não vi, apesar de alguma curiosidade.

 

Sobre o livro em si, teve direito a ir para as prateleiras no ano de 2002 pela editora dos pais de Christopher Paolini. Este escritor lançou o livro quando ainda não tinha os seus 20 anos (este nasceu em 1983), mas começou a escrever o livro 3 anos antes do lançamento. Num mês desenhou e planeou na sua mente a trilogia e em três anos os populares puderam ler o seu primeiro livro: Eragon.

 

Eragon é um livro espectacular e fantástico. Imediatamente mete-nos na pele de um jovem chamado Eragon, que vive numa família carenciada e que em busca de algo que possa vender para comprar comida, encontra uma pedra macia, pesada, com uma cor azul viva e com uma impressão detalhada. Este não sabia de que se tratava mas pensou que facilmente a conseguiria vender para comprar carne para a família que consistia no seu irmão e tio. 

 

Eragon consegue alguma carne sem precisar de se livrar da estranha pedra azul. Também, após Eragon revelar ao talhante onde encontrou a relíquia este descartou logo qualquer hipótese de negócio. Brom, um contador de histórias da vila chegou no momento em que Eragon "negociava" com o talhante e ele próprio após ver a estranha e pesada pedra azul, ofereceu-se para pagar um saco de carne ao rapaz. Eragon apesar de estranhar tão repentina hospitalidade, aceitou a oferta, apenas mantendo a promessa de que ficaria com a pedra azul e detalhada.

Não foram muitas noites depois que Eragon viu a pedra a mexer-se. Agitava-se violentamente até que a pedra estalou e dentro dela saiu um, até à data extinto, lindo e pequeno dragão azul. Não foi preciso muito tempo para Eragon perceber-se de que é UMA dragão e que seu nome é Saphira. O rapaz ainda sem saber o que fazer contactou Brom, o contador de história, para ver se conseguia mais informações sobre este ser mítico, mas sem nunca revelar de que teria um na sua posse.

Eragon teve passou por um processo de aprendizagem com a criatura, até que aprendeu a comunicar-se com ela, através de telepatia e pensamento. Inúmeras coisas até à data sobrenaturais a nossa personagem principal descobre com a criatura e, mais tarde, com o já mais adulto e cheio de segredos Brom.

 

Juntos descobrem que há mais entidades interessadas no Dragão e mais particularmente no Eragon que como ironia do destino se tornou num mitológico Cavaleiro do Dragão, entidade que o Rei do império Galbatorix quer ver de uma vez por todas extinta.

 

Este livro cá por Portugal também teve um sucesso incrível. Este livro é recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para os alunos do 6.º ano de escolaridade, e bem. Christopher Paolini teve o rigor e cuidado de escrever um livro cuja sua linguagem não só inove, como seja também acessível e compreensível para todas as idades, tendo criado várias personagens carismáticas e cheias de vida, como uma estória muito à frente neste tempo. Uma enorme e rica viagem por várias culturas fictícias enchem o livro de surpresas e curiosidade em relação à pessoa que criou todo este universo. Um livro para todas as idades, uma aventura para todos os que gostam de uma arriscada mas bela aventura.

 

Prós:

  1. Personagens bem ricas e carismáticas
  2. Locais e culturas diferentes de região para região
  3. Sentiremos que Saphira é o nosso animal de estimação
  4. Um sonho em palavras

Contras:

  1. Algumas conversas desinteressantes
  2. Os Urgal por vezes são um pouco chatos e aparecem "do nada" 

 

Sinopse:

 

Quando Eragon encontra uma pedra azul polida na floresta, acredita que poderá ser uma descoberta bendita para um simples rapaz do campo: talvez sirva para comprar carne para manter a família durante o Inverno. Mas quando descobre que a pedra transporta uma cria de dragão, Eragon depressa se apercebe de que está perante um legado tão antigo como o próprio Império.


De um dia para o outro, a sua vida muda radicalmente, e ele é atirado para um perigoso mundo novo de destino, de magia e de poder. Empunhando apenas uma espada legendária e levando os conselhos dum velho contador de histórias como guia, Eragon e o jovem dragão terão de se aventurar por terras perigosas e enfrentar inimigos obscuros, dum Império governado por um rei cuja maldade não conhece fronteiras.
Conseguirá Eragon alcançar a glória dos lendários heróis da Ordem dos Cavaleiros do Dragão? 
O destino do Império pode estar nas suas mãos...

 

Publicado Por ChadGrey às 13:29

Banner
Mais Sobre Mim
Pesquisar