15
Set 11

 

Há Boas Razões para 

Se Ter Medo do Escuro

 

The Dark Half, lançado pela primeira vez em 1989 e é um livro que faz jus ao título que o escritor Stephen King tanto merece, pois é um livro, assumindo as palavras da Publishers Weekly, "Terrivelmente assustador".

E como conseguiu voltar Stephen King voltar a brilhar tanto nesta matéria?

 

Simples... Misturar dois simples mundos que Stephen conhece tão bem! Um escritor, e seu pseudónimo!

Cansado de escrever sob o pseudónimo, Thad Beaumont decide "matar" o seu pseudónimo George Stark, fazendo uma cerimónia funebre incluida, para posteriormente ser publicada numa revista. Mas nem toda a gente gostou desta ideia. Aliás, se calhar apenas a sua mulher iElizabeth gostou, pois não gostava de ver o seu marido, que por si tinha um gosto demasiado por bebidas alcólicas, escrevia sob o seu outro nome. Os livros de Thad não eram muito famosos, nem sequer famosos eram, mas os de George Stark eram os melhores Best Sellers que lhe valeram inumeros prémios.

 

Tudo parecia fazer sentido e depois de "matar" o criador de obras sobre um famoso assassino chamado Alexis Machinei a tal personagem que rendeu o conforto com que vive agora, mas nem tudo foram rosas, pois ao "matar" o seu pseudónimo, apareceu um ser muito mais maligno e poderoso. Uma sombra, uma metade que o próprio Thad desejaria ser, mas não o quer ser e alguém ou algo está a assumir essa forma para fazer a vida negra ao nosso escritor.

 

Podem contar com um livro espectacular em todos os sentidos, do principio ao fim, mas com pequenas quebras de tensão no enredo. Fora pequenas quebras, encontrarão um livro que George A. Romero fez questão de pegar e adaptá-lo ao cinema, em 1993. 

 

Sinopse:

Thad Beaumont, o autor "best-seller" de três livros de terror, adorava poder dizer que não tem nada que ver com o horror de uma série de assassínios monstruosos. Mas não pode. Foi ele que o criou. 

 


2 comentários:
Um verdadeiro génio :)
Amy Rose a 22 de Outubro de 2011 às 19:51

Brutal!!! Este livro está mesmo genial! Um pouco cansativo em poucas partes, mas violento em muitas!
ChadGrey a 26 de Outubro de 2011 às 00:30

Banner
Mais Sobre Mim
Pesquisar