02
Set 11

 

Mais um mês,

Mais enigmas e mais aventura.

 

Sim, eu sei, estamos agora no inicio de Setembro e só agora estou a comentar sobre o mês de Março da saga: Conspiração 365. Mas não falhei e em breve os meses seguintes também estarão aqui. Espero no mês de Dezembro ter todos lidos e actualizados.

 

Desculpas à parte, o nosso adolescente ou pré-jovem Callum mais conhecido por Call continua sem saber muito bem por onde se virar... No mês passado, ou melhor, no livro referente ao mês passado na estória, ou seja, Fevereiro e onde podem ler a minha opinião sobre o mesmo aqui [Conspiração 365: Fevereiro], termina com um pequeno contratempo. Call vê-se preso num carril do comboio no mesmo momento em que o automotor se aproxima a toda a velocidade, ameaçando acabar com a curta vida do rapaz.

 

Como não podia deixar de ser, Gabrielle Lord começa este livro com um curto resumo do que se tem passado com o Call e, tendo em conta que é contado temporalmente e cronometradamente, após o resumo, começa na meia noite do dia primeiro de Março e Call começa a perceber que realmente a sua esperança cai a cada segundo que passa.

Mas é salvo. Salvo por um misterioso homem, conhecido como Repro, que também vive num esconderijo situado lá perto. Este também não quer ser encontrado nem pelo gang que quer encontrar Call, muito menos pela polícia que também faz questão de prender Call sob a suspeita de ter agredido a sua irmã mais nova e tio, irmão do seu falecido pai.

 

Após algum retorno à calma, à que continuar a demanda iniciada pelo pai, em busca de respostas a uns desenhos que tudo indicam ser a chave para o Enigma de Ormond, mas ao que tudo indica, por cada pista que encontra, dezenas de perguntas aparecem e nada ajudam na resolução.

 

A colecção compõem-se, e a saga Conspiração 365 já ganhou o seu público e clientes. De leitura muito fácil e rápida, mas cativante, pode sempre ser uma alternativa barata e acessível para uma quebra de rotina.


2 comentários:
Cá me cheira que em Dezembro não vais ter todos os livros actualizados ;)
Vou ler de seguida o livro do mês de Fevereiro.
Pareceu-me realmente uma leitura rápida e leve, para se ler nos intervalos de outras literaturas mais "pesadas".
Amy Rose a 17 de Outubro de 2011 às 21:37

Pois, o tempo está a apertar... Mas ainda não desisti! ehhehe!
ChadGrey a 26 de Outubro de 2011 às 00:26

Banner
Mais Sobre Mim
Pesquisar