03
Abr 11

 

O início de uma aventura

O início de uma saga

O início da lenda do dragão

 

Quem não se lembra dos desenhos animados Dragon Ball?

É com muitos bom olhos que, em destaque de um site onde costumo fazer as minhas compras online vi a banda desenhada que deu origem a todo um movimento, vício, adrenalina.

Esta edição e de finais de 2010 e finalmente temos uma adaptação do original de 1984 para português.

Foi difícil resistir a este livro, ou mangá para ser mais preciso no seu nome, quando o nosso crescimento foi acompanhado com os desenhos animados de Dragon Ball onde a pior parte de cada episódio era mesmo quando ouvíamos: "E não percam o próximo episódio porque nós também não!".

 

Son Goku dispensa apresentações, mas não posso deixar de falar sobre o nosso amigo sempre esfomeado e de força sobre humana. Este vive sozinho na floresta, na casa do seu falecido avô Son Gohan. Bulma, uma rapariga que ambiciona encontrar as 7 bolas de cristal, encontra Son Goku, pois este é possuidor da bola de 4 estrelas, bola esta que Goku pensa ser a alma do avô. É com este encontro que toda uma aventura em busca das 7 bolas do dragão.

 

Quem encontrar as 7 bolas de cristal, todas elas identificadas por um número de estrelas, tem o poder de invocar o dragão Shenron e este concederá um desejo, seja ele qual for.


Nesta mangá podemos encontrar um enorme sentido de humor, desenhos extremamente decorados e caracterizados e com as falas adequadas, não havendo textos muito grandes por balão de fala ou pensamento. É fácil acabar 175 páginas em menos de 45 minutos, é difícil parar de saborear toda esta nostalgia e onde não é incomum encontrarmos situações nunca antes vistas nas versões de desenhos animados.

 

A Edições ASA II teve um excelente trabalho nesta produção, mantendo fiel o sentido de leitura do original, ou seja, vamos ter de ler este exemplar da direita para a esquerda. Um pormenor que no principio estranhasse, mas depois entranhasse.

No fim de cada livro, só falta um pormenor: "Não percam a próxima mangá porque nós também não!".

 

Publicado Por ChadGrey às 19:24

2 comentários:
Ainda me lembro das tardes em que eu e toda a gente saímos a correr da escola para ir para casa assistir a mais um episódio de Dragon Ball. Naquela altura o maior dos sucessos.
Agora passados alguns anos, comecei a ler a banda desenhada, graças a ti e faço a maior das figuras a ler aquilo, porque desmancho-me a rir com as expressões dos personagens!
Sem duvida é uma banda desenhada feita para miúdos e graúdos.

Brevemente vou ler Dragon Ball 7- A Perseguiçao!
Advinha-se mais momentos de rir com o fortíssimo Son Goku e companhia

Beijo!
Amy Rose a 4 de Abril de 2011 às 00:01

Sim, a banda desenhada está mega cómica e inteligente, coisa que não foi bem passada para os desenhos animados.
Até à data, já saíram 8 mangás do Dragon Ball.
ChadGrey a 6 de Abril de 2011 às 11:14

Banner
Mais Sobre Mim

Ver

Seguir

2 seguidores

Pesquisar