08
Ago 11

Após o artigo sobre Personagens Femininas do mundo de videojogos à quais dei destaque pela estória e sentimentos provocados por cada uma (não estou a falar desses sentimentos, sua mente perversa), publico agora o artigo lógico sobre Personagens Masculinas.

Sobre o mesmo pricipio do anterior, relembro que as personagens não serão escolhidas pelo sua possível beleza, mas sim pelos factos e efeitos que a mesma teve no seu universo. Saliento que não se trata de um "Top" pois não possui qualquer ordem de preferência.

Àqueles que sentiram que uma das suas persinagens foi esquecida deste merecido destaque, que fale em sua justiça que poderei inclui-la ou caso não o faça, justificarei.

 

Snake

 

 

 

Sinto-me no dever de pedir desculpas pelo Clichémas parece-me inevitável. O clone que salvou o mundo um sem número de vezes e considerada pelo sem número de críticos como uma das personagens mais marcantes da história dos videojogos, é claro que não sou capaz de o excluir da minha lista. Dispensando apresentações desnecessárias, podemos encontrar este ícone em vários jogos da série Metal Gear Solid, Metal Gear, marca também presença num jogo do Yu-Gi-Oh 7 para a GameBoy Advance, Super Smash Bros. Brawl para a Wii, entre muitas outras referências oficiais e não.

 

Squall Leonhart

 

 

 

 

Squall Leonhart é o protagonista do oitavo jogo da série Final Fantasy, o segundo na Playstation. Squall era o típico adolescente que viveu num orfanato os seus primeiros anos de vida. Essa vivência influênciou o seu comportamento no futuro, onde se tornou numa pessoa algo preguiçosa e respondona e até o tipo agressivo que batia nos colegas apenas por diversão. Quem jogou, não conseguiu contar as vezes que apareceu a palavra "Whatever..." citada pelo próprio, onde demonstra um "não querer saber" numa série de questões, algumas delas capazes de salvar o mundo. Contudo, com o crescimento, Squall foi mudando de comportamento tornando-o pelo menos mais sociável, mas nunca fugindo muito àquilo que sempre foi.

 

Link  

 

 

 

Link é uma personagem que viu a sua primeira aventura na consola de 8bits da Nintendo, a NES, em 1986. Na maior parte dos jogos onde Link é o principal protagonista, o objectivo parece ser fácil: salvar a princesa Zelda. Não, não vai ser fácil. Zelda é, neste momento, dos PI mais adorados pelos jogadores, havendo inúmeros casos em que as novas consolas da Nintendo começam a vender muito por força desta série.

 

Master Chief

  

 

 

Master Chief apareceu mais recentemente que os anteriores colegas desta lista, em 2001 com o jogo Halo: Combat Envolves, mas não é por isso que não faz boa figura. Master Chief é um super soldado com uma armadura que aumenta a performance. Este enfrenta várias raças alienígenas para descobri o segredo que Halo guarda. 

 

Duke Nukem

 

 

 

Nunca em tempo algum me esqueço dos belos tempos jogava este jogo escondido do meu pai. Este protagonista, para além de salvar o mundo, trazia consigo diversos temas polémicos que, por força maior, foi o que tornou o Duke numa lenda sem igual. As suas citações com "Rest In Pieces", "This really pisses me off!" são citações que ficarão para sempre na mente de todos os jogadores desta franquia. É também conhecida pelas inúmeras sátiras espalhadas pelo jogo a outros jogos, filmes, séries... Praticamente tudo que tenha fama era falado em Duke Nukem.

 

Ratchet

 

 

Ratchet & Clank é uma série de jogos que inicio o seu caminho em 2002 na Playstation 2. São jogos de plataformas, aventura e Shooter onde controlamos o nosso amigo Ratchet com a ajuda do seu fiel companheiro Clank e viajamos no universo fictício para derrotarmos os nossos vilões. Pode parecer estranho Ratchet merecer espaço num artigo destes, mas a verdade é que conseguiram juntar vários elementos e características numa só personagem, algo raro e talvez único neste tipo de jogos. O facto de ser habilidoso com armas onde estas podem evoluir é algo também espectacular no jogo. A série conta já com oito jogos.

 

Akira Yuki

 

 

 

No meio de jogos preferidos como o Street Fighter ou Tekken, o meu é o Virtua Fighter. Apesar de ser mais "arcade" que os anteriores, também tem a sua estória e fama nos aficionados por Beat 'n' Ups. Eu não gosto de dizer que nos jogos Beat 'n' Up existem protagonistas apesar de os haver, mas Akira é o que dá a cara à série. Este é chinês e perito em artes marciais, nomeadamente no estilo Bajikuan (não me perguntem o que é isso, mas é chinês). Muito resumidamente, após o intensivo e arcaico treino que teve do seu avô, decide entrar no First World Fighting Tournement para testar as suas habilidades.

 

Gordon Freeman

  

 

 

Este é formado em Física Teórica e vai salvar o mundo, se o deixarem. Protagonista do jogo Half-Life lançado a meados de 1998. No inicio de uma pesquisa de um cristal misterioso e ainda desconhecido no nosso planeta, ocorrem várias explosões e várias criaturas invadem o laboratório provocando o caos e matando quase toda a gente. G. Freeman fará de tudo para sobreviver e parar com a destruição que poderá ameaçar todo o planeta.

 

Ezio Auditore da Firenze

 

 

Ezio nasceu em 1459 e pertence e é o grande mestre da Ordem de Assassinos. Ezio até aos seus 17 anos fora um rapaz normal, até ver o seu pai e dois irmãos serem assassinados. Foi então que se refugiou na terra do seu tio Mario Auditore (It's me, Mario!) onde este deu-lhe a conhecer toda a sua linhagem e lhe deu treino para poder se vingar do Mestre dos Templários Rodrigo Borgia, pois foi este que ordenou a execução do pai e irmãos. Destemido, ágil e de sangue frio, Ezio fará de tudo para reaver a paz interior, respeitando sempre o valor da vida.

 

 Sly Cooper

 

 

 

 

Sly Cooper,protagonista da série com o seu nome, é o tipo de personagem que todos gostam de jogar. Divertido, ágil, ladrão, sempre acompanhado de dois amigos fiéis que o ajudam na sua missão de limpar o mundo de outros ladrões. É bastante divertida a estória do jogo do principio ao fim, algo que aos poucos se vai esquecendo nos videojogos e seus protagonistas.

 

Zack Fair

 

 

 

Apesar de pouco ou nada presente no jogo Final Fantasy VII, este teve um papel importantíssimo na trama do jogo. Houveram inúmeros pedidos dos fãs sobre mais respostas em relação a esta personagem, na altura do original, à qual a Square Soft respondeu: "em breve terão todas as respostas". Bem, não foi em tão curto prazo como se esperava, mas dez anos depois saiu Crisis Core: Final Fantasy VII, onde o protagonista é o Zack Fair em pessoa. SOLDIER de segunda classe, depressa aprendeu três palavras que mudaram a sua postura: Orgulho, Honra e "Abraça os teus sonhos" (OK, esta última não é apenas uma palavra, mas entenderam). Zack é uma personagem adorável, onde encara todas as situações com a máxima coragem, alegria, confiança e disponibilidade. Acredita-se que já tem mais fãs que CloudSephiroth.  

 

Sora

 

 

 

Não é duvida nenhuma que o pessoal pertencente à equipa da antiga Square Soft, agora Square Enix consegue dar aos jogadores experiências de jogos de tal modo elevadas que o valor das personagens tem tanto valor que a jogabilidade e qualidade gráfica passam para segundo plano de jogo, e mesmo assim, eles nesta matéria não falham (por norma). Falo-vos agora de Sora, personagem principal da série Kingdom Hearts, série esta que mistura universos com uma genialidade que nunca antes seria possível sequer imaginar: O universo Final Fantasy com o universo Disney. Sora, no primeiro jogo da série, é um adolescente de 14 anos, alegre, sensato e com um forte sentido de justiça. Por vezes é bastante irritadiço, mas esse sentimento é equilibrado com a amizade que tem com Riku e Kairi. Pouco ou nada se sabe em relação ao seu passado e seus pais, mas acredito que os pais tenham morrido durante a invasão dos Heartless em Disteny Island, mas esta informação ainda não é oficial.

 

Tommy Vercetti

  

 

 

 

Tommy e o jogo que protagoniza serviu de inspiração para uma música dos [para já] extintos Da Weasel. E é mais que merecido, pois é das personagens mais marcantes da série Grand Theft Auto. Depois de passar 15 anos na prisão, em nome da família Forelli uma família gang; é finalmente solto. Acontece que o chefe do gang não vê vantagem nenhuma em ver Tommysolto e faz com que este caia numa armadilha que tem a ver com tráfico de droga. Ele não caiu e promete vingança.  

 

Eu

 

 

 

Haverá alguma personagem melhor que nós próprios? Eu acho que quem pensar que não, está errado e precisa de ajuda pois sofre de complexo de inferioridade, até mesmo a personagens fictícias e irreais. Infelizmente, a maior parte dos jogos não fazem jus ao mérito que merecemos, mas a tecnologia está a evoluir e prevejo num futuro próximo nós podermos fazer realmente parte de um jogo e não servimos para controlar. Acredito que será possível, no entanto não quero nem acredito que se torne Standart.  

 

Este artigo será editável e aceito sugestões. Espero que gostem.

 

Publicado Por ChadGrey às 23:13

3 comentários:

Se és jogador(a) de Wii envia os teus records para o site
www.wii-records.com
e ajuda Portugal a asubir no ranking.
Divulga pelos teus amigos.
Anónimo a 14 de Agosto de 2011 às 18:49

E o Goku? e o Sonic??
Realmente não há melhor personagem que tu ;)
Amy Rose a 25 de Setembro de 2011 às 23:02

É uma questão de acrescentar, pelo menos o Sonic.

O Goku, apesar de estar em inúmeros jogos, não "nasceu" num videojogo e dei mais importância a personagens que nasceram e pouco fugiram dos jogos ;)
ChadGrey a 14 de Outubro de 2011 às 12:23

Banner
Mais Sobre Mim

Ver

Seguir

2 seguidores

Pesquisar